Acompanhe diversas dicas sobre saúde aqui!

NOSSO BLOG

A84B979C-87AB-43DA-9911-8FAD0AD24EAA.jpg

A área médica de otorrinolaringologia é uma especialidade dentro da medicina que estuda doenças do ouvido, nariz e garganta.

Normalmente, um paciente consulta um otorrino se tem sintomas relacionados com essa parte do corpo e doenças como sinusite, faringite, otite, entre outras.

No entanto, existem ramificações de estudo mais específicas dentro da otorrinolaringologia. Uma delas é a otoneurologia – uma área dedicada ao estudo do equilíbrio corporal e do sistema auditivo, que quando afetados podem provocar sintomas como tontura, zumbido e perda de audição.

Recomenda-se consultar um otoneurologista caso apresente alguns desses sinais. Este especialista consegue identificar e diagnosticar com mais precisão qual distúrbio vestibular o paciente tem e, assim, indicar o tratamento mais adequado para o caso.

No Instituto Otovida temos dois Otorrinos especialistas em Otoneurologia:

*Drª. Cristiane Popoaski (CREMESC 17831 – RQE 13633);

*Dr. Evandro Manoel (CREMESC 15867 – RQE 11949).


23392AA4-8CA9-4EC9-8E0A-9FF9AC25A08A.png

O zumbido é um problema auditivo que afeta uma parte significativa da população. E apesar disso a maioria das pessoas não procura ajuda de um especialista, optando por esperar que o problema passe ou tente ignorá-lo. Consequentemente, muitos mitos sobre o zumbido são criados. Hoje desvendamos a verdade sobre quatro desses mitos.

 

Mito 1: o zumbido é uma doença. 

O zumbido não é considerado uma doença, mas sim um sintoma. O zumbido pode derivar de doenças vasculares, lesões traumáticas do cérebro, ou até do efeito de alguns medicamentos.

Mito 2: todas as pessoas com zumbido eventualmente perde totalmente a audição. 

Apesar de quem sofre de zumbido poder vir a perder a audição, estas são condições independentes. Além disso, a perda de audição não significa total incapacidade de audição. 

Mito 3: aparelhos auditivos não ajudam no tratamento do zumbido. 

Existem, sim, aparelhos auditivos que podem auxiliar tanto na perda auditiva como no tratamento do zumbido. Ao aumentarem o som dos barulhos exteriores, disfarçam o ruído interior do ouvido.

Mito 4: não há nada que possa fazer em relação ao zumbido. 

Existem vários tratamentos indicados no alívio e gestão do zumbido.

A maioria destes mitos está relacionada com a falta de informação acerca do Zumbido, das suas causas e tratamentos. Se deseja ser informado mais detalhadamente sobre problemas auditivos como o zumbido, ou se sofre deste problema, marque uma consulta conosco! No Instituto Otovida temos profissionais especializados em cuidar de você.


zumbido.jpg

A pandemia de COVID-19 mudou completamente a vida que conhecíamos. De forma brusca, todos os países precisaram entrar em quarentena e os nossos hábitos e rotina se transformaram.

Aulas online, trabalho home office, muito tempo no computador e celular, atividades diferentes acontecendo no mesmo ambiente familiar e incerteza sobre o futuro.

Toda essa tensão aumentou os relatos da ligação entre zumbido no ouvido e pandemia – situação que está sendo encarada por muita gente nesses tempos de distanciamento social. Acompanhe os detalhes a seguir.

As queixas sobre zumbido no ouvido realmente aumentaram ao longo de 2020 e há estreita relação entre essas reclamações e a longa pandemia de Coronavírus que ainda estamos enfrentando.

Não é que a quarentena tenha causado o zumbido. Ocorre que mais pessoas estão percebendo o zumbido nesse período e o identificando como um grande incômodo.

Por estarem trabalhando em casa e diante desse distanciamento social, as pessoas ao mesmo tempo vivenciam mais o silêncio e se sentem mais estressadas – assim conseguem notar com mais clareza o zumbido existente (que pode existir em apenas um ouvido ou nos dois) e não conseguem conviver com esse barulho.

Você tem ZUMBIDO ou algum problema auditivo? Procure o Instituto Otovida – contamos com uma equipe de profissionais especialistas em cuidar de você.


audição.png

Uma possível perda auditiva é mais difícil de identificar em crianças mais velhas, cuja habilidade na linguagem é mais desenvolvida.

Veja abaixo algumas orientações que podem ajudar os pais a detectar uma possível perda auditiva nos filhos:

*parece ouvir bem algumas vêzes e outra vêzes não responde ao ser indagado.

*assiste TV num volume mais alto que outros membros da família.

*fala com frequência  “o que”.

*posiciona um dos ouvidos para a frente quando está ouvindo e reclama que só escuta com o “ouvido bom”

*queda no rendimento escolar

*diz que não lhe escuta e é obvio que muitos pais acham que seus filhos não são atenciosos quando de fato deve existir uma perda auditiva não identificada.

*parece ser desatencioso.

*fala mais alto que anteriormente.

*olha com muita intensidade quando você fala com ele, como se dependesse mais dos sinais visuais para interpretar a conversa.

Se você suspeita que seu filho tem perda auditiva consulte um médico para orientações com mais esclarecimentos. no Instituto Otovida temos profissionais especializados para atender você e sua família.


a9af0b40-0ded-0137-088e-6231c35b6685-minified-1200x637.jpg

SIM, pois uma audição normal é extremamente importante para o desenvolvimento da leitura e da escrita, pois a base da leitura é o conhecimento de que cada letra corresponde a um som.

Acompanhe aqui abaixo a importância do bem estar auditivo das crianças e esteja sempre atento aos pequenos sinais que eles as vezes nos dão de que algo não está indo bem!

Algumas vezes, a criança nasce com audição normal, mas apresenta uma perda congênita progressiva que pode prejudicar o aprendizado. Mais frequente ainda é a perda auditiva leve ou moderada decorrente de otite média.

Uma boa audição e um bom processamento auditivo são extremamente importantes numa sala de aula, por exemplo, em que o aluno deve focar a atenção no que é dito pelo professor e ignorar qualquer outro estímulo que possa interferir negativamente na escuta: conversa dos colegas, arrastar de cadeiras, passos no corredor, barulho do ventilador, buzinas na rua ou gritaria no pátio da escola.

A criança que apresenta processamento auditivo central normal entenderá a professora com facilidade, enquanto a que tem alteração da audição ou do processamento poderá ter dificuldade em compreender o que está sendo dito, o que pode interferir negativamente no seu processo de aprendizagem.

Sempre que uma criança apresentar transtorno da aprendizagem deve ser incluída na bateria de exames uma avaliação da audição e do processamento auditivo, antes que se inicie qualquer tipo de atendimento.

Quando a causa é identificada, a terapia específica para o problema é muito mais rápida e eficaz.


ZUMMMM.jpg

Atualmente cerca de 30 milhões de brasileiros de todas as idades sofrem com zumbido ou tinnitus como também é conhecido, e é a percepção de um som nos ouvidos ou na cabeça sem que tenha sido gerado por uma fonte sonora.

Ele é um sintoma e não uma doença, por isso deve ter sua origem investigada. Pode vir associado a outros sintomas como tontura, intolerância a sons e principalmente perda auditiva.

Como o conjunto das causas que podem levar uma pessoa a ter zumbido é diferente de pessoa para pessoa, é necessário conhecer as particularidades de cada um, seu estilo de vida pessoal e profissional, doenças pré-existentes, alimentação e até mesmo genética, pois estes fatores influenciam o surgimento e avanço do zumbido. E por isso um diagnóstico preciso é essencial para a escolha do tratamento mais apropriado.

Apenas os profissionais qualificados poderão investigar os diversos aspectos de cada pessoa e solicitar exames com o objetivo de encontrar as características do zumbido. Nós do Instituto Otovida temos otorrinolaringologistas especializados em otoneurologia para cuidar de você.

Você conhece alguém que tem Zumbido??? Então compartilhe este post.


SURDEZ.jpg

A surdez súbita é a perda repentina de audição ou a piora de uma alteração já existente. Ocorre, na maioria das vezes, em pessoas com mais de 40 anos e pode afetar um ou os dois ouvidos.

Existem vários tipos de sintomas. Em geral, a surdez súbita é percebida pela redução na audição, por vertigens e zumbidos, além da sensação de pressão no ouvido.

Caso tenha sintomas como esse, marque, o mais rápido possível, uma consulta com o otorrino! A avaliação e tratamento precoces são muito importantes para a recuperação do quadro. Nós do Instituto Otovida somos especialistas em cuidar de você!


otorrino.png

Otorrinolaringologia é uma especialidade médica que diagnostica e trata distúrbios do ouvido, nariz e garganta, bem como condições que afetam a cabeça e pescoço. Assim que começam a sentir sintomas de que há problemas nessas regiões, muitos começam a se perguntar qual é o melhor momento para consultar um médico otorrinolaringologista. E é sobre isso que falaremos nesse post.

A avaliação do Otorrinolaringologista é muito importante para o correto diagnóstico e tratamento das doenças que se manifestam nas regiões do ouvido, nariz e garganta. Aliás, há muitos sintomas diferentes que afetam essas áreas do corpo e que sinalizam a necessidade de consultar um médico otorrinolaringologista.

Os sinais de que é hora de visitar um profissional especializado e sintomas mais comuns são:
* Obstrução nasal
* Secreção nasal
* Sangramento nasal (epistaxe)
* Dor de cabeça (cefaléia)
* Dor na face
* Tontura
* Dificuldade auditiva/surdez
* Zumbido
* Secreção no ouvido (otorréia)
* Sangramento no ouvido (otorragia)
* Dor de ouvido (otalgia)
* Dor de garganta
* Rouquidão (disfonia)
* Roncos

Os sintomas mais comuns:
Perda Auditiva
Zumbido
Dor na face
Dor de garganta
Congestão nasal
Dores de cabeça

Problemas tratados por um otorrinolaringologista:
Ouvido e audição
Nariz e respiração
Garganta e Voz
Cabeça e pescoço

No Instituto Otovida temos médicos Otorrinolaringologistas especialistas em atender você. Entre em contato conosco e agende sua consulta: Telefone (48) 32236060 ou WhatsApp (48) 99172-0606 ou (48) 99178-2207


APARELHO-AUDITIVO.jpg

Os aparelhos auditivos podem ser usados em apenas um dos ouvidos ou em ambos, dependendo de cada caso.

A Perda auditiva tem várias causas, podendo ocorrer em uma das orelhas (perda unilateral) ou nas duas (perda bilateral).

É médico otorrinolaringologista que irá decidir qual será o melhor tratamento para o paciente. E é o profissional de fonoaudiologia que irá selecionar os tipos, a avaliação do desempenho, a validação dos resultados e o acompanhamento contínuo do processo de reabilitação auditiva.

Se alguém só apresenta perda em um dos ouvidos, não há necessidade de usar dois aparelhos. O uso nos dois ouvidos só é necessário quando a deficiência é bilateral, sendo em apenas uma orelha (unilateral) a indicação é de adaptação do aparelho auditivo na orelha prejudicada.

Há casos em que as pessoas optam por um aparelho mesmo tendo perda auditiva bilateral, porém usar aparelhos nos dois ouvidos melhora a qualidade de vida de maneira ampla.

Quando apenas um aparelho auditivo é utilizado, uma das orelhas ficará sem receber estimulação auditiva. Isto é chamado de “privação sensorial”. Com o tempo, pode haver piora na habilidade de entender a fala no ouvido “privado”.

A utilização de dois aparelhos melhora a capacidade de selecionar, entre outros, o som que se quer ouvir, ou seja, o entendimento da fala fica melhor em ambientes ruidosos.

O uso de dois aparelhos faz com que se tenha melhor habilidade de perceber a direção/lado de onde vem os sons.

Quando o som é ouvido com as duas orelhas, têm-se uma sensação natural do aumento do volume do som. Este fenômeno  natural permite ajustar os aparelhos com uma potência menor do que seria necessário, se apenas um aparelho fosse utilizado.

Se as duas orelhas trabalham juntas para entender a fala, ouvir torna-se mais fácil e menos cansativo, o campo auditivo se torna mais amplo (360°), e se aproxima de uma audição mais natural, além de proporcionar sensação de equilíbrio.


criança.png

💚DESDE O NASCIMENTO💚

É possível realizar uma avaliação auditiva precisa e confiável desde os primeiros meses de vida de uma criança.

Existem vários métodos e exames pra isso. A escolha do melhor teste para o seu filho vai depender da idade dele e da sua capacidade de responder adequadamente ou não.

É importante mencionar que frequentemente serão necessários alguns testes em conjunto para chegar ao panorama auditivo, mas uma equipe bem treinada e preparada para atendimento infantil pode realizar isso de forma segura e confiável.

Marque uma consulta do seu bebê conosco, Nós do Instituto Otovida somos especialistas em cuidar de você! 😉💚


Instituto Otovida

SOMOS ESPECIALISTAS EM CUIDAR DE VOCÊ

Acompanhe Nossas Redes Sociais

  

Localização e Contatos

         

Todos os Direitos Reservados •  JS ATIVIDADE DIGITAL