SAÚDE AUDITIVA AUMENTA OFERTA DE VAGAS NO ESTADO

julho 19, 2021 by JS0
IMG_5882-1200x675.jpg

O serviço de Saúde Auditiva do Estado de Santa Catarina aumentou a oferta mensal de vagas de 423 para 707 entre 2019 e 2021, o que representa 67% a mais de atendimentos, e distribuiu aparelhos auditivos para a população catarinense. A fila de pacientes graves diminuiu 83%. O avanço se deu por conta de investimentos que ultrapassam R$ 6,2 milhões.

Um comparativo elaborado pela Área Técnica de Saúde da Pessoa com Deficiência da Superintendência de Serviços Especializados e Regulação (ATPCD/SUR) apontou repasses de R$115 mil e R$6.110.657,32 em 2020, aprovados em Comissão Intergestores Bipartite (CIB) pelas deliberações nº 006/2020 e 146/2020, respectivamente.

Com o recurso, revertido em avaliações e fornecimento de aparelhos auditivos para pacientes com problemas de acuidade auditiva, foi possível reduzir a fila de espera de pacientes graves de 109 em 2020, para 18 em 2021. Na avaliação da coordenadora da ATPCD, Jaqueline Reginatto, “observa-se uma significativa redução de 83% do número de pacientes classificados em vermelho, que são o grupo mais grave e inclui crianças em idade escolar e pacientes com meningite.”
Outra melhora está no tempo de espera pela reposição de aparelhos, que em 2019 era de 12 meses, agora varia entre 6 a 8 meses. Esses pacientes são classificados em amarelo, junto com aqueles que apresentam perda auditiva bilateral e pessoas em idade laboral. A fila que era de 3.584 pessoas em 2020, baixou para 2.140 em 2021, representando uma diminuição de 40% em um ano.

A classificação contempla ainda idosos acima de 65 anos e aposentados com perda auditiva bilateral, na cor verde, e pacientes com perda unilateral ou sem critério para utilização de aparelho, na cor azul.

O superintendente de Serviços Especializados e Regulação, Ramon Tartari, destaca que essas conquistas beneficiam crianças em idade escolar com ganho de aprendizagem, adultos em idade laboral com condições de estarem no mercado de trabalho, além de idosos: “permanecemos estudando alternativas de reduzir ainda mais a fila e o tempo de espera das pessoas acometidas por problemas de acuidade auditiva”.

Ass. Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Instituto Otovida

SOMOS ESPECIALISTAS EM CUIDAR DE VOCÊ

Acompanhe Nossas Redes Sociais

  

Localização e Contatos

         

Todos os Direitos Reservados •  JS ATIVIDADE DIGITAL